Notícias

Mesmo com dinheiro em caixa, Zema não quita 13º salário de servidor

Mesmo com dinheiro em caixa, Zema não quita 13º salário de servidor
Orion Teixeira

Mesmo com dinheiro em caixa, Zema não quita 13º salário de servidor

4/2/2021

Ao contrário do que fazia antes, quando anunciava escala de pagamento, o governo Zema (Novo), desta vez, esqueceu-se de quitar o 13º salário restante para os servidores. Na Secretaria da Fazenda, a informação é de que há dinheiro em caixa por conta do bom desempenho da arrecadação estadual, apesar da pandemia. A receita do ano de 2020 (da pandemia) foi maior do que a do ano anterior (2019) em R$ 500 milhões.

Apenas no mês passado (janeiro), a receita bateu o recorde de R$ 8,622 bilhões, o maior valor apurado em um mês na história do Estado. Mês de pagamento do IPVA, a arrecadação bateu em R$ 2,8 bilhões, que, extraída a parte que pertence aos municípios, ficaria cerca de R$ 1 bilhão. Para pagar a parcela restante da gratificação natalina, o governo precisa de apenas R$ 735 milhões.

Até o momento, o governador pagou duas parcelas de R$ 2 mil. A primeira, no dia 23 de dezembro, e a segunda, no dia 5 de janeiro após protesto de sindicatos e associações de servidores. Ainda ontem, o presidente do Sindifisco-MG, Marco Couto, se reuniu com a presidente da Affemg, Maria Aparecida Meloni (Papá), para discutir a posição do governo. Participaram também o presidente e a vice-presidente da Associação dos Oficiais da PM e do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, cel. Ailton Cirilo da Silva e cel. Rosângela Freitas. O objetivo foi traçar estratégias conjuntas entre as entidades para viabilizar o recebimento do 13º salário dos servidores.

Decidiram pela publicação de nota à imprensa nesta quinta, 04/02/21 (quadro abaixo), denunciando o que chamam de “castigo” do governo Zema para os servidores. Eles consideram a posição do governo desrespeitosa com o funcionalismo. “Seja pelo montante de recursos arrecadados em janeiro (arrecadação recorde), seja pela arrecadação do IPVA, não há desculpas para a não quitação integral e imediata do 13º de 2020”, disse Marco Couto.

Leia a nota em nosso blog clicando aqui.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.